Charming Wiccan
     Boa noite meus queridos leitores! Há já algum tempo venho escrevendo sobre o tarot, mas o tema de hoje é diferente. Venho descrever como fui o processo até eu começar a estudar Wicca. Vos falarei deste tema porque me perguntaram já variadas vezes, e me canso de escrever tantas vezes de uma forma bem sucinta do sucedido.

    Eu estava no último ano do secundário/secundária/colégio, era ainda inícios do ano letivo. Nos primeiros dias conheci um rapaz mas não me lembro como fui e não interessa. Nós nos fomos conhecendo, ele era e ainda é rockeiro. Depois começamos a namorar, eu estava bem feliz. Para ser sincera fui o namoro bem tranquilo entre os dois, sem brigas. Eu me formei, aqui na Ilha tem uma tradição que chamamos de fazer as Capas. O traje é uma saia, blusa branca e saltos altos e uma capa tudo em preto. Na minha escola isso decorreu no dia 1 de Dezembro, muito antes do ano letivo terminar o que é de costume. Nesse dia eu estava bem feliz por me formar, estava acompanhada com a minha mãe e a noite fui para o baile com o rockeiro que na época já era meu namorado. Alguns dias se passaram e aproximava-se as férias de Natal e pensando o que iria fazer, nunca pensei que tudo mudasse. No último dia de aulas decorreu atividades. Eu estava acompanhada vendo um jogo de futebol com o namorado, estávamos nas bancadas, olhei pra ele e pensei “será que, quando chegar a casa minha mãe não vai estar por causa da saúde do meu avô? E andaremos preocupadas por alguns dias?”, claro que não queria que isso acontecesse porque sabia que iria entrar em “choque”. Cheguei a casa por volta das duas da tarde, coloquei a mão na maçaneta tentando abrir a porta, estava trancada, pego as chaves da mochila e abro-a, dou uma espreitadela para a sala e não a vejo, tv desligada, verifiquei a casa toda e ela não estava, logo de seguida ligo-lhe perguntando onde estava, esta me diz que no hospital porque meu avô passara mal. Mais tarde, já havia anoitecido ela chega a casa, triste dizendo que ele ficara internado no hospital pois não estava nada bem de saúde. Passou-se vários dias em que me encontrava sozinha em casa, pois minha mãe visitava meu avô. Véspera de natal sozinha, sai para jantar em casa de uns familiares e me distrair um pouco. No Natal tranquei-me em casa, estava um dia de muito sol e calor. No dia seguinte fui a um aniversário espairecer, cheguei a casa bem tarde, adormeci, ouço alguém batendo na minha porta dando a informação que meu avô falecera. Como podem prever os dias seguintes foram bem dolorosos. Uma morte de um familiar é aceitável… mas dois? Não havia passado um mês, recebi a noticia de que minha avo também falecera no hospital. Lembro bem desse dia, eu estava com o namorado, saindo de um clube de pintura, estava entrando no autocarro quando me ligam, sai sem hesitar. Isto fui em finais de Janeiro. Fui desde então que tudo mudou…

Compartilhe o seu voto!


Gostou do post?
  • Fascinated
  • Happy
  • Sad
  • Angry
  • Bored
  • Afraid
14 - A Temperança
O que levou aos estudos Wicca parte 2/2

HeraEreshkigal

Uma Wiccan e "Speculari" que estuda desde os 18 solitáriamente. Tenho 21 anos. Obteve uma mestra na qual auxiliou/ensinou e aprofundou o básico. Membro do Clã Specularium. Gosta dos assuntos relacionados ao Occultismo. Seu maior sonho é viver das coisas que realmente gosta.

FEEDBACK