varinha

A varinha tem sido usada ao longo dos séculos e milhénios nos ritos mágicos e religiosos. É muito popular entre os praticantes de wicca, neopaganismo e algumas tradições cerimoniais. Esta possui vários efeitos mágicos. É utilizada para redirecionar a energia durante um ritual, desenhar símbolos no chão e até mesmo para agitar a fermentação no Caldeirão. É um símbolo fálico e é usado para representar o masculino, poder e virilidade. Também representa o elemento ar, em algumas tradições representa o elemento fogo. A varinha serve para consagrar um espaço sagrado ou invocar uma divindade.

Esta ferramenta geralmente é utilizada para invocar o Deus e a Deusa, convocar os quatro quadrantes e lançar o círculo e até invocar espíritos. Para alguns wiccanos representa o elemento ar ou o aspecto divino masculino. O comprimento da varinha varia de tradição para tradição.

A criação de uma varinha varia com o gosto, pois pode produzir varinhas que fazem coisas diferentes dependendo dos materiais utilizados na sua confeção. Esta é pessoal e deve refletir as energias que deseja. Deve usar pedras e metais da sua escolha com atributos que lhe irá ajudar no seu trabalho mágico.

Desde os antigos egípcios para os Druidas, Moisés para Shamans, varinhas e cajados sempre foram as ferramentas prediletas de rodízios mágicos. A energia (ou magia) flui naturalmente em todos os lugares. Uma varinha ajuda a canalizar essa energia para a finalidade desejada. Na verdade, a energia pode ser canalizada por qualquer objeto, exceto os isoladores , como alguns cristais e vidros, o que, na maioria dos casos é usado para armazenar energia e não tranferi-las.

Existem controvérsias entre a Magia Cerimonial e a Wicca, se a varinha relaciona-se com a direção do leste ou do sul e quer se trate do fogo ou ar como um elemento.

O elemento ar refere-se à comunicação, ideias intelectuais, lógica linear, o pensamento claro e inteligente e a telepatia. Relaciona-se com o conceito de unidade também, na medida em que todos nós – e todas as espécies de vida – respiramos a mesma atmosfera (as plantas utilizam o dióxido de carbono e nós o ar).

A varinha relaciona-se com a carta Varas no tarô e vice-versa. É uma ferramenta macho como o athame. é particularmente útil em momentos em que a sabedoria é necessária, e invocar os espíritos antes do trabalho de transe onde a informação ou orientação específica é desejada. Também é aconselhável fazer o mesmo para trabalhos de adivinhação muito importantes, feitos em um círculo totalmente fundido.

Em algumas tradições a varinha é usada numa celebração de Equinócio de Primavera para criar um buraco no solo em que as sementes, simboliza a esperança das pessoas – simbolismo da fertilidade.

Há algumas Bruxas e Pagãos que só utilizam a varinha e o cálice como instrumentos. O seu pensamento acerca so assunto é que o Pentáculo é traçado apartir da Magia Cerimonial – o que é correto – assim que o querem eliminar pois sentem que é necessário voltar para as raízes da Wicca ou Paganismo. Essas pessoas também eliminaram a faca e espada porque nos tempos antigos a Wicca era a religião em massa dos camponeses – que não foram autorizados a transportarem armas. Estas pessoas utilizam a varinha para lançar todos os seus circulos, substituindo-a para todos os fins para os quais o athame teria.

Cada ferramenta mágica deve ter um próposito claro que o leva a sua criação. A varinha, por exemplo é uma ferramenta com foco para desenhar e dirigir a energia mágica. A finalidade poderia ser similar, ou pode consistir de uma natureza mais protetora usada para irradiar energias de proteção ao redor do portador. Seja qual for o propósito, a ferramenta mágica deve ser construída de uma forma respeitosa.  Os praticantes de magia sabem o valor de ter uma ferramenta mágica finamente trabalhada para o seu trabalho de magia. A decisão de criar ou evitar não deve ser tomada de forma impulsiva.

 

Compartilhe o seu voto!


Gostou do post?
  • Fascinated
  • Happy
  • Sad
  • Angry
  • Bored
  • Afraid
Pentagrama
Músicas para Bruxas e Pagãos

Angélica Freitas

Uma Wiccan e Reikiana (Nivel 2) que estuda desde os 18 solitáriamente. Tem 23 anos. Licenciada em Ciências da Cultura, mestranda em Gestão Cultural. Obteve uma mestra na qual auxiliou/ensinou e aprofundou o básico. Gosta dos assuntos relacionados ao Occultismo. Seu maior sonho é viver das coisas que realmente gosta.

25 Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

FEEDBACK

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.