yule

Yule vem com alegria

Mesmo com tempo inclemente,

E expulsa toda tristeza

De todo coração e mente.

O abeto e o pinho e o azevinho

São a prova de que a vida vai durar;

O tronco de Yule que arde com rumor

Desafia o vento gelado.

Leigh Ann Hussey

Yule vem da palavra Yul do escandinavo que significa “roda” e marca o inicio de um novo ciclo solar. É um festival celebrado por volta do dia 21 ou 22 de dezembro no Hemisfério Norte e 21 ou 22 de junho no Hemisfério Sul. É a noite mais longa do ano. Este é um festival mais festejado em tudo o mundo.

Este Sabbath é considerado menor e marca o inicio do Inverno. Comemora o nascimento do deus-sol menino do útero da noite. A Deusa-Mãe está em seu aspecto de “rainha do Frio e da Escuridão” e dará a luz a “criança Prometida”.  Nick, o pequeno Deus-Sol será reverenciado na sua missão de iluminar o mundo. A partir deste data o sol começa, lentamente a se aproximar da Terra, anunciando o fim do Inverno e a chegada do pequeno Cornífero, que em breve transformará em um Deus Sol forte e renovado, que devolverá a cor e a luminosidade à Terra. Yule também é conhecido como o Festival das Luzes, por todas as velas acesas nessa noite.

Nick é o

Equivalente pagão de São Niclolau (nosso querido Papai Noel) imagem corrompida de Woden (Wotan ou Odin, o Senhor das Runas), que primordialmente montava um cavalo branco (e não renas), cortando os céus e distribuindo presentes- Posteriormente, “old Nick” tornou-se uma das denominações do diabo. Janet e Stewart Farrar relatam que ainda hoje, em algumas localidades da Itália, Papai Noel é substituído por uma bruxa, chamada Befana ou Epifânia que, voando em uma vassoura, lança às crianças presentes pelas chaminés.

LIMA, Lígia Amaral (2006) Wicca, a religião dos bruxos (pp.54). Rio de Janeiro: Nova Era

Yule foi o primeiro festival pagão a ser Cristianizado em 354 d.C., quando o nascimento de Jesus que originalmente era no final de setembro, mas posteriormente foi oficialmente transferido para o Solstício de Inverno e denominado Natal. Muitos dos costumes associados a Yule, como por exemplo as velas, árvores decoradas, bolo de Natal, guirlandas, decorações com pinhas, troca de presentes, brindes e canções, máscaras, visco, enfeitar o salão com maços de azevinho são decorações pagãs e que oferecem uma rica coleção de material para as nossas celebrações contemporâneas. Não existe registo de cristãos que decorassem a casa com sempre-vivas, azevinho, hera e árvores de “Natal” antes de 1605. Para os antigos, isso simbolizava a eterna vida da Natureza, já que essas plantas eram as únicas que permaneciam verdes durante o inverno. Esses costumes pagãos foram proibidos aos cristãos, mas em 1644 eles haviam se difundido tanto que foram proscritos na Inglaterra por um ato do Parlamento.

O yule, na antiga Roma era chamado de Natalis Solis lnvicti – “Nascimento do Sol invicto” – e ocorria durante o festival mais longo da Saturnalia, o maior festival do ano, do qual herdamos a nossa imagem do Ano-Novo, o velho Pai Tempo (Saturno) com a sua foice. Yule é oposto a Litha e, embora a ênfase agora esteja no recém-nascido deus-Sol, a Mãe Terra ainda é honrada como a Madonna (mãe com filho no colo).

O altar é iluminado com tochas ou lamparinas, deve ter flores e frutos desta época. Bem no centro, um tronco “Yule Log” decorado com folhas de louro, azevinho, figueira e galhos de cipreste, portará três velas, uma verde, vermelha e dourada, que serão acesas em honra ao aspecto solar que, em breve, iluminará as mentes e os corações. Enfeite seu altar com um Papai Noel, renas e pequenas decorações em forma de animais, presentes, árvores, flocos de neve, pingentes de gelo e todo o resto. Use uma toalha de altar vermelha e verde ou estenda uma folha de algodão sobre o altar para imitar neve. Acenda muitas velas verdes e vermelhas.

Faça uma guirlanda para a porta da frente e decore a casa com lâmpadas pequenas. Enfeite os móveis com ramos de azevinho, pinheiro, hera e visco. Monte uma árvore de Yule e decore-a com símbolos mágicos especiais, amuletos e talismãs feitos à mão (cascas de ovo vazias ficam lindas pintadas e decoradas). Também é tradicional pendurar frutas cítricas (Laranja, Limão, Tangerina, Cidra, Pomelo, Lima-da-pérsia) que representam o Sol. Se tiver uma lareira, pode decorá-la e queimar um tronco de Yule especial. Ao acendê-lo, faça promessas a respeito dos novos projetos que queira começar.

E, o que é mais importante, faça presentes especiais para seus entes queridos. Podem ser obras de arte, artesanato, projetos ou colagens. Dê presentes de Yule aos pássaros e fadas pendurando ornamentos de frutas, nozes, sementes e frutinhas nos galhos das árvores fora de casa. Cordões de pipoca e de groselha são divertidos de fazer e as criaturas silvestres vão adorar! Pode fazê-los primeiro para a sua árvore de dentro de casa e depois levá-los para fora.

Respire fundo e faça uma boa e verdadeira limpeza na sua casa, libertando mágoas e antigas dores, assim, renascerá em casa um de nós a criança que devolverá a paz e a pureza de espírito!

Cores: vermelho, verde e dourado

Incensos/essências: louro, pinho, alecrim e canela

Pedras: granada, esmeralda, rubi, diamante e quartzo branco

Tema: nascimento do Deus Menino. Derrota do Rei Azevinho para o seu irmao, o Rei Carvalho.

 

Compartilhe o seu voto!


Gostou do post?
  • Fascinated
  • Happy
  • Sad
  • Angry
  • Bored
  • Afraid
Litha - Solstício de Verão - Midsummer
Blindagem - como criar, alterar e selar escudos (Parte 1/3)

Angélica Freitas

Uma Wiccan e Reikiana (Nivel 2) que estuda desde os 18 solitáriamente. Tem 23 anos. Licenciada em Ciências da Cultura. Obteve uma mestra na qual auxiliou/ensinou e aprofundou o básico. Gosta dos assuntos relacionados ao Occultismo. Seu maior sonho é viver das coisas que realmente gosta.

FEEDBACK

Subscreva o Boletim
Seja o primeiro a obter as últimas atualizações e
Conteúdos exclusivos diretamente para a sua caixa de entrada de e-mail.
Sim, eu quero receber actualizações
Não Obrigado!
close-link